Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região ATÉ ESTE SÁBADO

Bazar Rosa Choque tem peças a partir de R$ 5 em Novo Hamburgo

Evento solidário ajuda mulheres de baixa renda a realizarem ecografias mamárias

Por Joceline Silveira
Publicado em: 15.10.2021 às 12:24 Última atualização: 15.10.2021 às 12:45

Ainda dá tempo de renovar o guarda-roupa e ajudar pacientes que aguardam pela chance de fazer ecografias mamárias. O Bazar Rosa Choque, realizado por voluntárias do Grupo Vida Rosa, ocorre nesta sexta-feira (15) até as 17 horas, sem fechar ao meio-dia, e no sábado (16), das 9 às 17 horas.

É no primeiro andar do Centro Executivo Torre Prata (Rua Julio de Castilhos, 679), em Novo Hamburgo. São peças variadas, como roupas, calçados, moda praia e acessórios, com valores a partir de R$ 5.

Bazar Rosa Choque tem peças a partir de R$ 5
Bazar Rosa Choque tem peças a partir de R$ 5 Foto: Joceline Silveira/ GES-Especial

Pela manhã, havia grande movimento no local, levando em conta o número máximo de pessoas por conta da pandemia.

Os participantes recebem uma senha e cada grupo tem 30 minutos para fazer suas compras. É possível agendar horários para atendimento pelo telefone (51) 99246-3200 ou entrar no espaço por ordem de chegada. Toda a renda obtida com o bazar será revertida para a realização dos exames de mulheres que aguardam na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), em Novo Hamburgo.

O evento é realizado pelo Grupo Vida Rosa de Novo Hamburgo, e idealizado e organizado pela psicóloga Berlize Anschau e pela mastologista Gabriela Santos. Berlize reforça que neste ano, por conta da pandemia, serão dois dias para evitar aglomerações, garantindo todos os cuidados, como o uso de máscara, álcool gel e tapete sanitizante.

Bazar Rosa Choque ocorre no Centro Executivo Torre Prata
Bazar Rosa Choque ocorre no Centro Executivo Torre Prata Foto: Inezio Machado/GES

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.