Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região FESTEJOS

Região começa a contagem regressiva para o bicentenário da imigração alemã

Nesta sexta-feira faltam mil dias para os 200 anos da imigração germânica no Brasil

Por Priscila Carvalho*
Publicado em: 29.10.2021 às 03:00 Última atualização: 29.10.2021 às 08:31

Esta sexta-feira, 29 de outubro, marca o início da contagem regressiva de mil dias para o Bicentenário da Imigração Alemã no Brasil. Dentro desse período, diversas ações devem ser realizadas pelos municípios de cultura germânica da região, especialmente São Leopoldo, considerado o berço da imigração alemã no País - foi aqui que desembarcaram os primeiros 39 imigrantes, em 25 de julho de 1824.

Vanazzi enfatiza a coletividade no lançamento do Comitê Bicentenário de São Leopoldo
Vanazzi enfatiza a coletividade no lançamento do Comitê Bicentenário de São Leopoldo Foto: Diego da Rosa/GES

E para celebrar o marco dos mil dias é que a primeira ação efetiva em relação às festividades até 2024 foi feita nesta semana: a criação do Comitê Municipal do Bicentenário, composto por 90 representantes da Prefeitura, entidades e sociedade civil.

"É a maior representação que a cidade vai ter num fórum coletivo, para discutir, planejar, pensar, todas as ações, não da festa apenas, mas todas as ações que a cidade deve fazer pra poder chegar nos 200 anos uma outra cidade", disse o prefeito leopoldense, Ary Vanazzi.

Filme e publicações

Entre as ações planejadas para esses mil dias, estão, pelo menos, duas publicações e a produção de um longa-metragem, tudo de responsabilidade da comissão histórica do comitê, conforme o secretário municipal de Cultura e Relações Internacionais (Secult), Pedro Vasconcellos. Um dos livros deve contar a história de São Leopoldo desde seu início até os tempos atuais e o outro focará nos últimos 50 anos.

A comissão também deve produzir uma coleção de livros temáticos. Um quarto produto que está em análise é a produção de um longa-metragem, contando a história da cidade e da imigração alemã. "Essas coisas já estão bem pactuadas e devem sair do papel", afirmou Vasconcellos.

Para realizar tais produções, o secretário pondera que devem ser tentados recursos junto ao governo do Estado, por meio de leis de incentivo e também via verbas próprias do Município.

Relação com a Alemanha

Outra ideia, segundo o secretário, é fazer um monumento alusivo aos 200 anos. A intenção já teria sido acolhida pelo prefeito Vanazzi e um diálogo sobre o assunto já começou, mas ainda não há definição sobre o seu formato e o local onde será instalado.

O titular da Secult destacou também o propósito de manter uma relação mais próxima com a Alemanha. Para tanto, uma missão da Prefeitura junto com instituições e entidades leopoldenses devem ir ao país germânico no ano que vem, com objetivo de formalizar uma irmandade com uma cidade alemã. "Para um maior intercâmbio cultural, econômico, acadêmico. O cônsul já ofereceu isso e o governo alemão quer nos ajudar", colocou.

*Colaborou: Eduardo Amaral

Museu Visconde de São Leopoldo também já está se organizando

Instituições ligadas à imigração germânica na cidade também estão preparando suas ações dentro dos mil dias até o bicentenário. Assessora de relações institucionais do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo (MHVSL), Ingrid Marxen relata que o espaço já está se articulando. “O museu vai se esmerar em fazer os preparativos inéditos, em guardar todo esse acervo, porque vai ter muita coisa que vem de fora, e vai ter que estar preparado para visitação internacional, porque São Leopoldo vai ser a capital dos países germânicos.

Muitos vão ouvir falar e talvez virão para cá conhecer, visitar”, justificou. Na terça-feira (2), já dentro das ações dos mil dias, o museu realizará um ato em homenagem ao Dr. João Daniel Hillebrand, considerado patrono da cidade. A cerimônia ocorrerá às 10h30, junto a seu túmulo – que foi restaurado e entregue no ano passado – no Cemitério Municipal Cristo Rei. A solenidade contará com a presença da Banda do 19º Batalhão de Infantaria Motorizado (19ºBIMtz) e guarda de honra com o grupo de escoteiros João de Barro. O museu também integra a comissão instituída pelo governo do Estado para organizar as comemorações.

Ação envolve cervejeiros do Vale Germânico

Uma das primeiras ações dos mil dias para os 200 anos da imigração alemã acontece nesta sexta-feira (29). Para marcar a data e o aniversário de dois anos de instalação do Vale Germânico como região turística – celebrado dia 1º de novembro – a Amvars organizou uma ação envolvendo os 22 empreendimentos do Caminho das Cervejarias Artesanais. Hoje, quem frequentar algum dos estabelecimentos da maior rota cervejeira do Sul do País e se enquadrar na ação de comemoração proposta pelo empreendimento, terá direito a uma caneca alusiva à data.

Gestores de turismo das prefeituras pretendem circular pelo Caminho das Cervejarias para participar dos brindes à data festiva. “Esses mil dias que teremos até 25 de julho de 2024 serão de intenso trabalho com vistas a organizar uma vasta programação regional e também em conjunto com o governo do Estado”, disse o coordenador-geral do Vale Germânico, Deivid Schu. A República das Cervejas, no Morro do Espelho, em São Leopoldo, preparou uma noite alemã, hoje, a partir das 20 horas.

Nova perspectiva

Presidente do Instituto São Leopoldo (ISL) 2024, que também faz parte do comitê municipal, André Rotta lembrou que a entidade já havia começado o movimento nacional em prol do bicentenário, que finalizou com a publicação do decreto estadual, instituindo a comissão para a data. “A gente espera que o bicentenário traga para a cidade uma nova perspectiva, novos horizontes, principalmente uma aproximação das relações de São Leopoldo com a Alemanha".

Municípios devem ter agenda integrada

Vasconcellos também sublinhou que a organização das ações para o bicentenário deve acontecer em conjunto com a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) e com o Vale Germânico. Para tanto, um comitê regional também deve ser criado, caminhando paralelamente à comissão estadual, instituída por decreto do Palácio Piratini. “As cidades da região terão agenda preparatória e integrada também no ano de 2024. Cada município vai fazer um evento diferente, em datas diferentes, assim todo mundo vai apoiar o calendário de eventos e todos levarão o selo dos 200 anos. Afinal, somos todos filhos dessa mesma história”, ponderou.

“Nós já estamos atuado de forma integrada, isso já faz parte dessa estratégia. Está sendo tudo costurado de forma articulada.” A assessoria da Amvars confirmou que deve ser montado um comitê regional para tratar do assunto e que outros municípios também devem criar seus próprios comitês. Em 27 de setembro foi publicado, no Diário Oficial do Estado, o decreto que institui a comissão oficial com a finalidade de organizar as comemorações do bicentenário da imigração alemã no RS.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.