Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região FALTA DE ENERGIA

Após temporal, Estado ainda tem 38 mil pontos sem energia elétrica

Na área de concessão da RGE, maioria dos pontos que seguem com a distribuição interrompida ficam em Canoas, Gravataí e Sapucaia do Sul

Publicado em: 26.11.2021 às 21:17 Última atualização: 26.11.2021 às 21:19

Apesar de alguns pontos do Rio Grande do Sul seguirem sem energia elétrica em função do temporal que ocorreu na tarde desta quinta-feira (25), aos poucos a distribuição está sendo normalizada.

Até o início da noite desta sexta-feira (26), dos 117 mil clientes da área de concessão da RGE que haviam ficado sem luz, apenas 38 mil continuavam sem fornecimento de energia elétrica. A maioria dos pontos que seguem com a distribuição interrompida ficam em Canoas, Gravataí e Sapucaia do Sul.

Queda de árvore na Rua José Dias, no bairro Jardim América, em São Leopoldo
Queda de árvore na Rua José Dias, no bairro Jardim América, em São Leopoldo Foto: Heloisa Beatriz Mendel/Especial
De acordo com a concessionária, grande parte dos estragos foram causados por galhos e árvores caídos sobre a rede elétrica.

"A RGE segue totalmente mobilizada para executar os consertos e normalizar o fornecimento. Como o temporal ainda está passando pelo Estado, não é possível informar previsão de quando o fornecimento estará totalmente normalizado", informou a empresa por nota.

Contatos com a RGE

Para informar à RGE sobre problemas na rede de energia, os contatos podem ser feitos nos seguintes canais:

- SMS: Se o problema for falta de energia, envie um SMS com o SEU CODIGO (que consta na conta de energia elétrica) para o número 27350.
- Whatsapp: (51) 99955-0002
- Site: www.rge-rs.com.br
- App: CPFL Energia (disponível para Android e iOS)
- Call Center: 0800-970-0900

Cuidados

A RGE alerta para que ninguém tente fazer consertos ou remover galhos e escombros por conta própria, nem toque em equipamentos elétricos de qualquer tipo, mesmo que estejam danificados, pois não há como saber se estão energizados. O risco de acidente grave ou mesmo fatal é muito alto.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.