Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região ATRATIVO TURÍSTICO

Memorial que abrigará avião da antiga Varig deve ficar pronto em final de 2023

Corpo da aeronave chegou no início da tarde deste sábado (4) em Nova Petrópolis; foram quase oito horas de viagem entre a Capital e o município da Serra

Por Fernanda Fauth
Publicado em: 04.12.2021 às 13:46 Última atualização: 04.12.2021 às 16:07

O corpo do avião Boeing 727 da antiga Varig chegou no início da tarde deste sábado (4) ao local onde ficará abrigado aguardando o memorial da aviação civil do Estado ficar pronto. O transporte foi feito por um caminhão, e durou quase oito horas de viagem, após sair às 5 horas da manhã de Porto Alegre, de um depósito próximo ao Aeroporto Salgado Filho. 

Transporte de avião da Varig durou aproximadamente 8 horas entre Porto Alegre e Nova Petrópolis
Transporte de avião da Varig durou aproximadamente 8 horas entre Porto Alegre e Nova Petrópolis Foto: Francis Limberger/Divulgação

A peça principal, de 40 metros de cumprimento e 32 toneladas, agora, está armazenada na mesma quadra onde será construído o empreendimento, entre o bairro Vale Verde e a Linha Imperial. Conforme o engenheiro de voo e presidente da Associação Varig Vive, Oscar Bürgel, o atrativo turístico estará localizado na RS-235, no sentido Nova Petrópolis-Gramado. 

O presidente também adiantou que em janeiro deve ocorrer o lançamento oficial do memorial à imprensa. "A previsão é que o empreendimento seja concluído até final de 2023", informa. 

 

 

Caminhão passou por quatro rodovias

 A previsão inicial era que o corpo do avião fosse transportado em março deste ano. Entretanto, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) solicitou um estudo de viabilidade para o deslocamento, devido à alta carga. Conforme Oscar, desde 23 de fevereiro as negociações e pesquisas vinham sendo realizadas. Esta data marcou a vinda do trem de pouso e dos motores. "Contratamos uma empresa de fora, que precisou ver cada detalhe para ser apresentado ao DNIT e que precisou estudar o mapa e cada curva da BR-116", afirma. 

Para a aeronave ser transportada e chegar a cidade da Serra gaúcha, precisou passar por diferentes rodovias. O caminhão foi escoltado outros dois veículos e passou pela BR-290 (Freeway), BR-448 (Rodovia do Parque) e pela BR-386 (Tabaí/Canoas). Na sequência, ainda marcou presença pelas cidades de Montenegro, Capela de Santana, Portão, São Sebastião do Caí, Bom Princípio, Feliz, Vale Real e Caxias do Sul, chegando a Nova Petrópolis através da BR-116.

Agora, outras duas viagens devem ser necessárias para transportar as asas do avião. Conforme o engenheiro de voo, não há previsão para a vinda das peças, mas a organização do transporte e de escoltas policiais estão sendo feitas. 

 

Empreendimento é celebrado

O prefeito Jorge Darlei Wolf recepcionou o comboio com a carga especial na localidade de São José do Caí, junto ao limite com Caxias do Sul. "O dia de hoje tem um grande valor, pois este novo atrativo terá impactos extraordinários sobre o turismo da nossa cidade e da região”, afirmou o comandante do Executivo municipal.

O empreendimento foi anunciado pela primeira vez em janeiro deste ano, pela Associação Varigvive e Grupo H2. O Boeing 727 será o atrativo principal do empreendimento que funcionará no formato de um memorial dedicado à viação aérea do Estado.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.