Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região VEJA FOTOS

Ação solidária oferece surpresa natalina para grupo de 30 mulheres em Campo Bom

Ação foi promovida pela Arezzo&Co, em parceria com a prefeitura do município e o grupo Elas por Elas

Por Débora Ertel
Publicado em: 06.12.2021 às 11:52 Última atualização: 06.12.2021 às 13:44

Autoestima, carinho, emoção. Essas são palavras que podem definir o que um grupo de 30 mulheres viveu no último sábado (4) em Campo Bom ao participar da Loja dos Sonhos. A ação solidária foi promovida pela Arezzo&Co, em parceria com a prefeitura e o grupo Elas por Elas. O evento foi descrito como um dia inesquecível, tanto para quem recebeu como para quem doou.

Elas foram convidadas a fazer compras em um comércio elaborado especialmente para o momento, com diversas seções abastecidas com arrecadações da Arezzo&Co e dos parceiros e voluntários. Em resumo, elas puderam encher sacolas de compras com itens para toda a família, incluindo vestuário, calçados, acessórios, semijoias, brinquedos e roupas de cama. Tudo pago com "Arezzos", um dinheiro fictício criado especialmente para a Loja dos Sonhos.

Surpresa

"Eu estou muito feliz. Quando me convidaram achei que cada um ia ganhar um par de calçados, nunca poderia imaginar uma coisa como essa", disse a autônoma Suelen Ribeiro, 28 anos. Mãe de sete filhos, sendo duas gestações de gêmeos, mudou-se para Campo Bom há dois anos em busca de uma vida mais tranquila, já que antes a família tinha sido vítima de situações de violência.

No ano passado, no dia 24 de dezembro, a filha Raquel Ribeiro, 7 anos, foi atropelada e o Natal foi vivido dentro de um hospital. Para 2022, graças à Loja dos Sonhos, a data especial será diferente. A menina, que ficou com uma sequela no pé por conta do acidente, foi junto com a mãe na ação e encontrou um calçado que não machuca seu pé.

Já Suelen pôde comprar um vestido para a ceia natalina e selecionar presentes para os membros da família. "Dessa vez terei um Natal bom com os meus filhos. Perto do ano passado, está tudo muito maravilhoso. Obrigada", disse ela para o grupo de 65 voluntários que se empenhou em preparar o momento.

Maria Júlia Bittencourt
Maria Júlia Bittencourt Foto: fotos Débora Ertel/GES-Especial

Aos 62 anos, o primeiro buquê da Dona Maria

O dia foi diferente para as mulheres já na chegada. Todas foram recebidas com salva de palmas e café da manhã, após serem buscadas em casa pelo ônibus da prefeitura.

Depois das compras, elas foram novamente surpreendidas com a entrega de um buquê de flores. "Foi o primeiro buquê da minha vida", prontamente disse Maria Júlia Bittencourt, 62. Viúva, contou que até hoje tinha recebido apenas uma rosa do marido em todo o tempo de casamento. "Acho que vou colocar lá na minha cozinha. Vai ficar muito bonito", detalhou.

Por fim, o grupo ainda foi comunicado de que cada participante ganharia uma cesta básica, uma cesta natalina e uma sapatilha personalizada, com o nome gravado na palmilha. Para aquelas que têm filhos em idade escolar, foi disponibilizada ainda uma cesta de material escolar.

'Quando a gente doa, a gente recebe ainda muito mais em troca'

"A gente está tão acostumada a ser maltratada que quando recebe uma coisa boa como essa se sente tão nervosa quem não sabe nem como lidar. Estou muito, mas muito feliz", declarou a diarista Helen Alves, 29, mãe de quatro filhos. Ela não disfarçava a alegria ao poder escolher acessórios.

Segundo a gerente de sustentabilidade da Arezzo, Suelen Joner, e a analista de sustentabilidade Camila Araújo, essa é a quarta edição da Loja dos Sonhos. Para promover o evento, o grupo de voluntários da empresa fez, inclusive, rifa a fim de arrecadar os recursos que faltavam. "Quando a gente doa, a gente recebe ainda muito mais em troca", disse Suelen.

Inspiração

O grupo Elas por Elas é uma ação do Gabinete da primeira-dama Kátia Orsi, que participou do evento acompanhada do prefeito Luciano Orsi. Segundo ela, além das informações do cadastro social, a seleção de mulheres teve o apoio das direções das escolas, que apontaram mães ativas na comunidade escolar.

"Todas as mulheres que estão aqui nos inspiram porque apesar das adversidades, elas continuam", destacou a primeira-dama. Um dos cuidados do grupo é de nunca repetir participantes, para que mulheres diferentes possam vivenciar a experiência.

Orsi salientou que a empresa, apesar de ter atuação mundial, continua valorizando a cidade-sede, com ações sociais que emocionam.

Ao final do evento, a prefeitura utilizou dois ônibus para o transporte. Um para as mulheres e outro para as compras, que eram aguardadas com ansiedade pelos familiares que ficaram em casa.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.