Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Meio ambiente

Fumaça dos incêndios na Austrália já é vista no Vale do Sinos, confirma MetSul

Esta é a explicação para o tom mais alaranjado do sol no fim da tarde desta terça-feira. Meteorologia diz que não há risco para a saúde

Última atualização: 07.01.2020 às 18:59

Fumaça dos incêndios na Austrália avança sobre a América do Sul e deixa o sol com tom mais alaranjado no fim da tarde em Novo Hamburgo Foto: Inézio Machado/GES/Inezio Machado/GES
A fumaça dos incêndios que atingem a Austrália já é percebida no Vale do Sinos. A chamada "pluma" atravessou o Oceano Pacífico e chegou ainda no domingo ao Chile. Nessa segunda-feira (6) foi registrada na região central da Argentina e, nesta terça (7), no Rio Grande do Sul. Ainda pela manhã moradores da Fronteira Oeste registraram o fenômeno.

De acordo com a MetSul Meteorologia, a presença da fumaça no ambiente é a explicação para o aspecto mais alaranjado do sol neste fim de tarde no Vale do Sinos. De acordo com a meteorologista Estael Sias, a tendência é que a fumaça permaneça em grande altitude sobre o Rio Grande do Sul pelo menos até quinta-feira. Justamente por estar em grande altitude e menor densidade não há risco para a saúde da população e não deve prejudicar o tráfego aéreo.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.