Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Caso Rafael

Em novo depoimento, mãe admite que matou filho de 11 anos com corda por desobediência

Com mudança na versão, caso deve passar para homicídio doloso

Última atualização: 28.06.2020 às 08:48

Mãe confessou o homicídio de Rafael Mateus Winques Foto: Rafael Winques-Facebook/Reprodução
Em novo depoimento, Alexandra Dougonkeski, 33 anos, mãe do menino Rafael Mateus Winques, de 11 anos, morto em Planalto, região Norte do Estado, admitiu ter matado a criança com uma corda. O motivo teria sido desobediência.

Em função da mudança na versão apresentada pela mulher, o caso deve ser alterado para homicídio doloso (quando há intenção de matar). A investigação está em fase final de conclusão, conforme apresentado em coletiva pela Polícia Civil neste sábado (27). As informações são do Correio do Povo.

Segundo a Polícia Civil, a linha de investigação é de que Alexandra agiu sozinha e que trata-se de uma pessoa muito metódica, que não gostava de ser desrespeitada. Conforme a Polícia, isso motivou o crime.

Inicialmente, Alexandra declarou ter ministrado doses de Diazepam para o filho. Neste depoimento, que durou cerca de 6 horas, ela citou o uso de uma corda como arma do crime para matar a criança.

Como o escritório de advocacia que defendia Alexandra abandonou o caso, agora, ela será representada pela Defensoria Pública.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.