Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Incêndio na SSP

'Bombeiros não pararam', diz vice-governador após mais de 100 horas de buscas por desaparecidos

Pelo quinto dia consecutivo, bombeiros fazem trabalho ininterrupto para resfriar a área, retirar os escombros e realizar buscas pelos militares

Publicado em: 19.07.2021 às 13:58

Nesta segunda-feira (19), seguem as buscas pelos bombeiros desaparecidos após o incêndio que destruiu o prédio da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre. Pelo quinto dia consecutivo, bombeiros atuam para resfriar a área e retirar os escombros, na tentativa de encontrar os dois militares. Já são mais de 100 horas de trabalho ininterrupto.

Pelo quinto dia consecutivo, bombeiros fazem buscas pelos militares Foto: PAULO PIRES/GES

"Desde da noite da última quarta-feira, quando aconteceu o incêndio, nossos bombeiros não pararam", ressaltou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, que esteve no terreno da SSP pela manhã para acompanhar as buscas.

O 1º tenente Deroci de Almeida da Costa, de 46 anos, e o 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, de 51, desapareceram durante o combate às chamas que atingiram a sede da Secretaria na última semana.

Nesta segunda-feira, quinto dia de buscas, houve aumento do número de equipes mobilizadas para a operação de resgate. 

"Apesar do vendaval e das adversidades climáticas, o Corpo de Bombeiros Militar seguiu nas buscas pelos nossos bombeiros militares desaparecidos. Hoje, estaremos agregando mais três equipes de busca e resgate em estruturas colapsadas às equipes que já estão dentro da edificação, metro a metro avançando, para que, cuidadosamente, possamos recuperar os nossos bombeiros", afirmou o tenente-coronel Eduardo Estevam Rodrigues, comandante do 1º Batalhão de Bombeiro Militar de Porto Alegre.

Mobilização

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.