Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul DEVOLVE ICMS

Com alta procura, retirada do Cartão Cidadão é prorrogada em Porto Alegre

Entregas estavam previstas para encerrar nesta sexta-feira (26), mas o prazo foi extendido até 3 de dezembro na Capital. Governo observa situação nas cidades do interior, que permanecem com o calendário inicial

Publicado em: 23.11.2021 às 19:00

Na tarde desta terça-feira (23) o governo do Rio Grande do Sul anunciou que as estregas do Cartão Cidadão do Devolve ICMS serão prorrogadas em uma semana em Porto Alegre. O motivo para a mudança no calendário foi a alta procura durante a força-tarefa montada junto ao Gigantinho, na Capital. Além disso, o governo explica que uma parte dos beneficiários que não puderam fazer a retirada na data programada para a letra inicial do seu nome terão nova oportunidade para retirar o cartão.

Prazo foi prorrogado na Capital até dia 03 de dezembro para a retirada do Cartão Cidadão do Devolve ICMS
Prazo foi prorrogado na Capital até dia 03 de dezembro para a retirada do Cartão Cidadão do Devolve ICMS Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini
Com isso, as entregas que seriam encerradas na próxima sexta-feira (26) se estendem até a sexta-feira da semana que vem, 3 de dezembro. Com novo cronograma de letras, as entregas serão realizadas de segunda a sexta-feira, das 09 horas às 15 horas, no Gigantinho.

De acordo com o governo, até 26 de novembro segue a programação já anunciada, sendo válida para a Capital e cidades do interior do Estado. No dia 23 de novembro, pessoas com a inicial M poderão retirar o seu cartão. Já no dia 24, será vez dos beneficiários com as iniciais N, O, P, Q, R. Em 25 de novembro, o público com as iniciais S, T, U poderão retirar o cartão. E fechando o calendário inicial, no dia 26 de novembro, quem tem os nomes com as iniciais V, W, X, Y, Z.

Válido apenas para Porto Alegre, a nova agenda para retira do Cartão Cidadão, inicia na segunda-feira (29) da semana que vem, quando beneficiários com as iniciais de A até D poderão fazer a retirada. Na terça (30), será vez das iniciais E até J, enquanto na quarta (01), pessoas com iniciais da letra K até N poderão buscar seus cartões. Já na quinta-feira (02), o público com as letras O até R serão atendidos. E encerrando o período previsto de prorrogação, na sexta (03) será a vez dos beneficiários com as inicias de S até Z.

O governo afirma que a viabilidade do aumento do prazo deu-se pela parceria com o Sport Club Internacional, que cedeu o espaço do Gigantinho para a realização do mutirão, que também conta com o auxílio do Banrisul, Banricard, Procergs. Na capital gaúcha, cerca de 53 mil famílias possuem direito ao benefício, que vai devolver parte do ICMS para famílias do CadÚnico que recebem o Bolsa Família ou que tenham dependentes na rede estadual do ensino médio. Ambas as iniciativas garantirão créditos em dinheiro no cartão no mês de dezembro, que podem ser utilizados em estabelecimentos da Rede Vero. 

Situação no interior do RS

Em relação às entregas em cidades do interior, não há registro de longas filas para a retirada. Segundo o governo estadual, o Banrisul está avaliando individualmente cada situação, tendo em vista que há diferentes índices de procura em cada região, assim como em algumas cidades o número de beneficiados é menor.

No Estado são 432 mil famílias beneficiadas com o programa, sendo que 80 mil cartões já foram entregues no interior e em Porto Alegre.

Como saber quem tem direito

Para conferir quem tem direito à retirada do cartão basta estar cadastrado no CadÚnico e receber o Bolsa Família ou estar matriculado ou ter dependentes no Ensino Médio. Além disso, foi liberada pela Receita Estadual e Procergs uma consulta a partir do número do CPF. A pesquisa está disponível no site Devolve ICMS, do Governo do Rio Grande do Sul, onde só basta o cidadão digitar seu CPF e data de nascimento. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.