Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul BOATE KISS

Veja como foi o primeiro dia de julgamento do Caso Kiss

Comissão de Sentença foi escolhida e duas sobreviventes prestaram depoimento

Publicado em: 01.12.2021 às 23:00

Começou nesta quarta-feira (1º) o julgamento do Caso Kiss, em Porto Alegre. Com início às 9 horas e encerramento por volta das 22 horas, o primeiro dia teve a escolha da Comissão de Sentença e o depoimento de duas sobreviventes da tragédia.

Os sócios da boate, Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann, o músico Marcelo de Jesus dos Santos e o produtor Luciano Bonilha respondem pelo crime de homicídio simples com dolo eventual consumado, no caso dos 242 mortos, e tentado, em relação aos 636 feridos no incêndio, que aconteceu em 27 de janeiro de 2013.

Durante a manhã o juiz presidente, Orlando Faccini Neto, realizou o sorteio dos jurados. Seis homens e uma mulher, foram definidos para compor o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri. Ao final do julgamento, o Conselho de Sentença irá responder aos quesitos, decidindo pela absolvição ou não dos réus. Em caso de condenação, caberá ao Juiz Presidente fixar a pena. A decisão do júri é soberana, não podendo ser mudada.

Em um segundo momento do julgamento, foram ouvidas as vítimas Kátia Pacheco Siqueira e Kelen Leite Ferreira. As duas sobreviventes responderam a perguntas do juiz, da defesa e dos promotores. Elas relataram como foi a noite da tragédia e as consequências daquela noite em suas vidas.

Depoimentos

A expectativa é que no período da manhã do segundo dia de julgamento sejam ouvidos os sobreviventes Emanuel Almeida Pastl e Jéssica Montarão Rosado. Na primeira hora da tarde, deve prestar depoimento Miguel Ângelo Teixeira Pedroso, testemunha de acusação. Após, seguem os depoimentos previstos das vitimas Lucas Cauduro Peranzoni, Érico Paulus Garcia e Gustavo Cauduro Cadore.

Assista ao primeiro dia de julgamento:
 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.