Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul REAJUSTE

Preço do gás sobe a partir desta quinta-feira no RS

Reajustes variam entre 10,7% e 31,6% para todos os clientes atendidos pela Sulgás

Por Eduardo Amaral
Publicado em: 12.01.2022 às 18:02 Última atualização: 12.01.2022 às 18:03

A Sulgás começa a praticar nesta quinta-feira (13) os novos preços aprovados durante a semana pela agência reguladora. Os aumentos variam entre 10,7% e 31,6%, e valem para todos os clientes que recebem gás da empresa - o que inclui postos de combustíveis, indústrias e unidades residenciais no Rio Grande do Sul.

Preço do gás ficará mais alto a partir desta quinta-feira no RS
Preço do gás ficará mais alto a partir desta quinta-feira no RS Foto: Eduardo Amaral/Especial

O pedido de reajuste foi apresentado pela Sulgás em dezembro de 2021 e aprovado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) na terça-feira (11).

Com a alteração, o preço de venda do GNV aos postos de combustíveis passará de R$ 2,3740/m³ para R$ 3,0384/m³. Em nota, a Sulgás justificou a elevação com base na revisão dos contratos de distribuição que mantém com a Petrobras, além de o produto sofrer interferência internacional.

“O reajuste a ser aplicado neste mês de janeiro decorre dos altos preços do petróleo e gás no mercado internacional, da variação cambial e das novas condições comerciais apresentadas no fim de 2021 pela Petrobras, a ser aplicado sobre a molécula de gás natural para os novos contratos de suprimento firmados pelas distribuidoras de diversas regiões do país.” A estatal brasileira, responsável pelo fornecimento do gás, reajustou em 50% os contratos com a empresa distribuidora.

Somente na região dos vales do Sinos, Paranhana e Serra, a Sulgás tem atualmente mais de 14 mil clientes. Ainda em nota, a empresa afirma que busca novos fornecedores de gás, mas que, por ora, “a Petrobras segue como único agente ofertante com portfólio suficiente para atender as distribuidoras de gás canalizado.”

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.