Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul EM 2022

Rio Grande do Sul tem mais de nove mil casos de dengue e declara 'alerta máximo'

Entre as áreas com maior nível de alerta, está a 1ª CRS, onde se concentra a maior parte dos municípios da região

Por Redação
Publicado em: 20.04.2022 às 16:12 Última atualização: 20.04.2022 às 16:50

O Rio Grande do Sul está em alerta máximo contra a dengue. De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (20) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) já são mais de nove mil casos confirmados este ano no Estado. Cinco mortes pela doença também já foram confirmadas desde o início de 2022.

Entre as áreas com maior nível de alerta está a 1ª CRS, onde estão municípios da região como Igrejinha, que já teve um óbito pela doença, e Dois Irmãos, que já registrou mais de 1,8 mil casos de dengue este ano, conforme o boletim epidemiológico de terça-feira (19).

Rio Grande do Sul tem mais de nove mil casos de dengue e declara 'alerta máximo'
Rio Grande do Sul tem mais de nove mil casos de dengue e declara 'alerta máximo' Foto: Arquivo-GES
A declaração de "alerta máximo" tem como objetivo reforçar as ações de enfrentamento ao mosquito transmissor, o Aedes aegypti. O foco são os 177 municípios que registraram maior número de casos e/ou mortes por dengue.

Em reunião do Centro de Operações de Emergência em Arboviroses (doenças transmitidas por insetos), representantes de áreas da assistência e vigilância da SES e de outras instituições discutiram o assunto. A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, lembrou a necessidade de mobilizar a sociedade. “É um compromisso com o cuidado”, disse. “O alerta máximo significa uma maior atenção com medidas fortes nas regiões de maior incidência”, completou.

Áreas do Estado com maior nível de alerta

(por Coordenadorias Regionais de Saúde - CRS)

1ª CRS (sem considerar a sede Porto Alegre): 65 municípios (3,1 milhões de habitantes)

- 4.398 casos autóctones (95 casos por 100 mil hab.)
- 1 óbito

Múnicípios em alerta: Alvorada, Araricá, Arambaré, Arroio dos Ratos, Barão, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Brochier, Butiá, Cachoeirinha, Camaquã, Cambará do Sul, Campo Bom, Canoas, Capela de Santana, Cerro Grande do Sul, Charqueadas, Chuvisca, Dois Irmãos, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, Estância Velha, Esteio, General Câmara, Glorinha, Gravataí, Guaíba, Harmonia, Igrejinha, Ivoti, Lindolfo Collor, Maratá, Mariana Pimentel, Minas do Leão, Montenegro, Morro Reuter, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Pareci Novo, Parobé, Portão, Presidente Lucena, Riozinho, Rolante, Salvador do Sul, Santa Maria do Herval, São Francisco de Paula, São Jerônimo, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Leopoldo, São Pedro da Serra, São Sebastião do Caí, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tabaí, Tapes, Taquara, Três Coroas, Triunfo, Tupandi e Viamão.

2ª CRS (sede Frederico Westphalen): 26 municípios (196 mil habitantes)
- 954 casos autóctones (524 casos por 100 mil hab.)
- 1 óbito

16ª CRS (sede Lajeado): 37 municípios (372 mil habitantes)
- 1.700 casos autóctones (474 casos por 100 mil hab.)
- Sem óbito

Porto Alegre: 1,5 milhão de habitantes
- 1.193 casos autóctones (80 casos por 100 mil hab.)
- Sem óbito

14ª CRS (sede Santa Rosa): 22 municípios (239 mil habitantes)
- 488 casos autóctones (219 casos por 100 mil hab.)
- 1 óbito

15ª CRS (sede Palmeira das Missões): 26 municípios (169 mil habitantes)
- 168 casos autóctones (103 casos por 100 mil hab.)
- 2 óbitos

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.