Publicidade
Notícias | São Leopoldo Caso Israel

Identificação de segundo corpo é a chave para esclarecer mistério sobre morte de jovem

Desaparecidos há uma semana, cadáveres de morador leopoldense e de outro rapaz foram localizados em cânion no domingo

Por Priscila Carvalho
Publicado em: 15.09.2020 às 03:00 Última atualização: 15.09.2020 às 11:06

Israel Ethur Vieira tinha 27 anos Foto: Reprodução
O corpo do jovem Israel Ethur Vieira, de 27 anos, e outro ainda não identificado, foram localizados na noite do último domingo. Uma força-tarefa foi organizada para remover os cadáveres de um acampamento no alto de um cânion, em Cambará do Sul.

Familiares identificaram Israel, que estava desaparecido desde 5 de setembro, quando o sumiço foi registrado na Polícia Civil de São Leopoldo, onde ele residia. Os corpos foram encaminhados para exame pericial.

A delegada Isadora Galian, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de São Leopoldo, esclarece que as investigações continuam e aguarda os exames periciais, bem como a identificação do segundo corpo, a fim de concluir a dinâmica dos fatos e encerrar o inquérito policial.

O delegado Vladimir Medeiros, da Delegacia de Polícia de Cambará do Sul, informou que, na localidade, foram três dias à procura dos desaparecidos, sendo que a ação de domingo foi extremamente difícil, dada a localização dos corpos. A força-tarefa, composta por 22 pessoas, percorreu cerca de 15 quilômetros por estradas secundárias e trilhas até o local em que os corpos se encontravam, sendo que os últimos 12 quilômetros precisaram ser feitos a pé pelas equipes.

Corpos estavam a 7 quilômetros do carro

Conforme o chefe da seção de investigações da DPHPP de São Leopoldo, inspetor Odilei Betanin, foi necessário o uso de equipamentos, inclusive trator e cavalos, na remoção das vítimas. "Onde os corpos estavam, dava mais ou menos sete quilômetros de onde foi encontrado o carro de Israel." O veículo foi localizado na sexta-feira, com a chave na ignição e os pertences de Israel em seu interior. De acordo com Betanin, a aparência dos corpos indica que, possivelmente, as mortes teriam sido recentes.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.