Publicidade
Opinião Opinião

Vai para onde?

Por Delmar Backes
Publicado em: 15.09.2021 às 03:00

"Hoje é um dia muito feliz para mim. Não preciso mais perguntar a ninguém sobre qual ônibus devo pegar". Relato de uma idosa quando recebia o certificado de que estava alfabetizada. O Brasil tem mais de 11 milhões de analfabetos, sem falar nos funcionais. No dia 8 de setembro, essa realidade é lembrada e, ao mesmo tempo, esquecida. Enquanto coordenador do antigo Mobral, certificados foram entregues a milhares de pessoas. Não significa que todas elas, em alguns meses, tivessem adquirido total capacidade de escrita e leitura, muito menos de interpretar um texto, o que, aliás, é uma realidade que podemos identificar em vários níveis de ensino.

Todos sabemos o quanto são humilhados e ficam constrangidos aqueles que não sabem escrever o próprio nome. Quando surgiu o Mobral, não era fácil convencer alguém a ir a uma sala de aula para ser auxiliado por pacientes alunas de magistério, que eram as alfabetizadoras. Eu via no semblante das gurias a satisfação de poder ajudar pessoas de todas as idades e com elas vibrar num processo que era lento, mas extremamente humano.

Saber ler e escrever é um direito da pessoa. Muitas não tiveram essa oportunidade - e é difícil analisar os porquês.

E que esperanças podemos dar a esses 11 milhões em termos de convivência social e atividade profissional? Estão fadados a uma oportunidade de trabalho braçal. Nos anos 70 e 80, também estavam impedidos de votar, outro direito sagrado que lhes era negado - e um incentivo que se usava para motivá-los a que aprendessem a escrever.

É hora de, não importa a idade, ajudar todas as pessoas que conhecemos para que, pelo menos, não se sintam excluídas e discriminadas por serem analfabetas.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.