Publicidade
Cotidiano | Decoração Decoração

Amplitude visual

Projeto maximizou os espaços com ideias inteligentes para apartamento de 57 m²

Por Taila Rheinheimer Schmidt
Última atualização: 27.11.2018 às 10:07


Foto por: Evelyn Muller
Descrição da foto: Para unir a varanda à sala, as arquitetas nivelaram o piso dos ambientes e ainda providenciaram o fechamento de vidro. Essenciais, persianas do tipo rolô filtram a entrada do sol e oferecem privacidade na hora de ver TV. Multiúso, a estante de MDF pintado de branco guarda inclusive louças e ainda esconde o shaft de água pluvial do edifício. Almofadas e quadrinhos preenchem as áreas de cor e alegria.

O apartamento de apenas 57 m², no 23º andar de um prédio, reunia os ingredientes perfeitos para se tornar o primeiro lar da jovem moradora e seu vira-lata Nico. No entanto, o imóvel comprado na planta pedia um projeto que aliasse funcionalidade ao dia a dia e uma decoração que refletisse o estilo da proprietária. A tarefa ficou por conta das arquitetas Beatriz Ottaiano e Daniele Okuhara, da doob Arquitetura.

Leia as notícias do Decoração

O primeiro passo proposto pela dupla foi pedir com antecedência à construtora que eliminasse a parede entre a sala de jantar e a cozinha, solução certeira quando se deseja fazer o espaço render. Após a entrega da chave, a convenção do condomínio autorizou a retirada das portas de correr entre os dois ambientes, otimizando ainda mais cada centímetro do pequeno apartamento.

Como a moradora não gosta de excesso de cores e elementos que sobrecarregam o visual dos espaços, as arquitetas priorizaram o uso de materiais claros e práticos, fáceis de instalar, manter e, sobretudo, com ótimo custo-benefício. É o caso do piso de porcelanato que reproduz a aparência da madeira, presente em quase todos os ambientes a fim de trazer amplitude. O branco, que impera por quase todos os lugares também reforçou essa sensação e aumentou a claridade.

Foto por: Evelyn Muller
Descrição da foto: Aberta para as salas de jantar e estar, a cozinha ganhou um toque retrô com os ladrilhos hidráulicos geométricos. As paredes também receberam uma nata que faz as vezes de cimento queimado, acabamento que reaparece em outros lugares do apartamento. Resistente e bonito, o granito preto São Gabriel dá forma à bancada da cozinha e tem excelente custo-benefício. Armários até o teto aproveitam ao máximo cada centímetro.

Foto por: Evelyn Muller
Descrição da foto: A dupla de criados-mudos do quarto é realçada pela parede com cimento queimado. Para aquecer o espaço, a cabeceira é feita de couro natural com duas charmosas cintas nas laterais. Apenas de um lado da cama, o pendente de cobre quebra a simetria. Almofadas de tricô da macadâmia.

Foto por: Evelyn Muller
Descrição da foto: Versátil, o escritório também é quarto de hóspedes, perfeito para os dias em que a moradora recebe visitas. Sob o móvel com laminado grafite, tiras de silicone colorido organizam papéis e fotos. No banheiro, as pastilhas de porcelana branca contrastam com o piso de porcelanato escuro. Para encobrir o shaft (duto por onde passa a rede hidráulica) que está acima do espelho, criou-se o móvel alto onde cabem toalhas e acessórios de banho.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.